Há uma preocupação com o idoso atualmente?

Nosso País, infelizmente, não tem preparação alguma para atender as necessidades da população idosa. Há uma Política Nacional que protege e preserva os direitos dos idosos, tanto na saúde física como mental, também no ensino intelectual, social e espiritual, dando direito à dignidade e liberdade. Obtivemos um avanço quando foi aprovado o Estatuto do Idoso, mas a realidade foi outra, todos os direitos lá descritos não foram colocados em prática e as necessidades dos idosos não são plenamente atendidos até hoje. Podemos tomar por ideia o SUS (Sistema Único de Saúde) que, mesmo depois de anos implementado, ainda não está completamente preparado no amparo a esta população necessitada de cuidados maiores e dignas de muito respeito.

 

Os idosos são considerados aquelas pessoas com 60 anos ou mais que já não possuem as mesmas condições físicas que um jovem. Eles precisam de muitos cuidados, pois nessa fase da vida começam aparecer muito mais problemas com a saúde como doenças crônicas e complicações advindas delas como limitações que surgem devido à insuficiência cardíaca e/ou pulmonar crônica, sequelas do AVC (Acidente Vascular Cerebral), doença coronariana, hipertensão arterial, cegueira causada por avanço de doenças como diabetes levando até a amputações de membros.

 

Desrespeito com a saúde do idoso

 

Podemos relatar que, onde mais o idoso teria que ser respeitado, podemos dizer que não é, que seria dentro dos Postos de Saúde de atendimento básico. É desrespeitado desde a hora de marcar uma consulta que demora meses para passar no médico, quanto na hora de marcar exame que são mais de 6 meses para fazer um simples Raio X. Os profissionais que atendem na área da saúde não são capacitados para atender os idosos, são equipes incompletas e insuficientes para dar atenção e cuidados a esta população.

 

Em contra partida da área da saúde vem o próprio lar do idoso, onde deveria haver muito mais atenção e cuidados especiais para com eles, mas infelizmente isto não acontece. Vemos diariamente notícias nos jornais, programas de TV e até mesmo em nosso próprio bairro ou cidade, uma quantidade absurda de maus tratos como espancamentos, abandono sem dar alimentação, morte, filhos matando pais idosos por motivo de herança, enfim todos os tipos de maus tratos em geral. Então não conseguimos imaginar um povo, um país com mais cuidados e preparação no atendimento dos nossos idosos.

 

Na prática, abrangendo todos os assuntos, não há uma rede de atenção para com o idoso. O desrespeito impera em todos os lugares por onde passamos e lá existe um idoso precisando de atenção, melhores cuidados, mais carinho ou simplesmente de um abraço para encher seu coração de alegria. Nós somos os idosos de amanhã, por isso devemos pensar no tratamento que queremos receber quando estivermos nessa fase de nossa vida. Tratar o idoso com respeito, carinho, amor e atenção não é um peso em nossas costas, e sim, é nossa obrigação para com quem tanto um dia cuidou de nós, nos deu a vida, nos ajudou a andar, comer e a ter respeito para com os outros. Os idosos têm ainda muito a nos ensinar em relação a respeito e amor.